Ficou um travo amargo…

Disputou-se esta terça-feira a primeira mão da meia-final da Taça de Portugal entre Futebol Clube de Famalicão e Sport Lisboa e Benfica. O primeiro jogo da eliminatória disputou-se em Lisboa e terminou com uma vitória da equipa da casa por 3-2, resultado que soube a muito pouco aos famalicenses pelo rendimento apresentado ao longo dos 90 minutos.

As previsões de que a eliminatória seria apenas decidida em Famalicão confirmaram-se. Determinada em cumprir o objetivo de marcar no Estádio da Luz, a equipa comandada por João Pedro Sousa dispôs da melhor ocasião do primeiro tempo. O clã Gonçalves voltou a estar muito perto de voltar a fazer das suas não fosse o remate de Pedro Gonçalves sair ao lado.

A qualidade da partida esteve a um nível alto durante os primeiros 45 minutos, mas viria a ganhar ainda maior colorido no segundo tempo. O SL Benfica adiantou-se no marcador através de um pontapé de penálti, ao qual o FC Famalicão respondeu de forma espetacular. O lance de génio de Pedro Gonçalves que resultou no golo do empate foi o espelho da qualidade exibida pelo FC Famalicão não só na partida bem como na globalidade da temporada. O camisola 28 começou e terminou uma jogada de compêndio e na qual Diogo Gonçalves teve igualmente influência direta.

O capitão do FC Famalicão estava inspirado e aos 73 minutos foi a vez de servir Toni Martínez. Num forte remate que já se tornou uma das suas imagens de marca, o espanhol operou a reviravolta e materializou no resultado a excelente postura dos forasteiros.

A vantagem duraria, porém, apenas cinco minutos, já que Rafa repôs a igualdade. Embora o resultado até pudesse ser considerado positivo, o FC Famalicão não abdicou de atacar a baliza adversária e voltou a estar perto de voltar para a frente do marcador não fosse uma boa intervenção de Odysseas.

Quando o empate parecia ser o resultado final eis que um lance de bola parada deu a vitória ao SL Benfica. Um resultado que, todavia, não belisca a excelente prestação do FC Famalicão e que deixa boas perspetivas para o encontro da segunda mão.

SL Benfica 3-2 FC Famalicão
Estádio do SL Benfica
Árbitro: Hugo Miguel (AF Lisboa)

SL Benfica – Odysseas, André Almeida, Rúben Dias, Jardel (Ferro 45′), Grimaldo, Gabriel, Taarabt, Pizzi, Cervi (Rafa 68′), Chiquinho (Vinícius 68′) e Seferovic

FC Famalicão – Vaná, Ivo Pinto, Riccieli, Patrick William, Coly, Gustavo Assunção, Uros Racic, Pedro Gonçalves (Roderick 86′), Diogo Gonçalves, Toni Martínez (Anderson 77′) e Fábio Martins (Rúben Lameiras 82′)

Golos: Pizzi (53′ g.p.), Pedro Gonçalves (60′); Toni Martínez (73′); Rafa (78′) e Gabriel (90+5′)

Cartões Amarelos: Gustavo Assunção (13′); Grimaldo (43′); Fábio Martins (64′) e Rúben Dias (90+1′)