Derrota ao cair do pano

A equipa feminina do Futebol Clube de Famalicão disputou, esta quarta-feira, a meia-final da Taça de Portugal relativa à temporada anterior frente ao Sport Lisboa e Benfica. A formação lisboeta foi mais feliz e alcançou a qualificação para a final da competição, depois de ter vencido por 1-2, graças a um golo já em período de compensação.

Numa eliminatória disputada apenas a uma mão – adiada desde a temporada anterior devido à pandemia de Covid-19 – o SL Benfica adiantou-se no marcador bem cedo na partida, através de um pontapé de penálti convertido por Nycole Raysla.

O FC Famalicão reagiu de forma muito positiva e conseguiu restabelecer a igualdade, igualmente da marca dos onze metros. Vitória Almeida encarregou-se de cobrar a grande penalidade e devolver o empate ao marcador com que se chegou ao intervalo.

A eliminatória viria a ficar decidida já em período de compensação. A canadiana Cloé Lacasse atirou para o fundo das redes e colocou o SL Benfica na final da Taça de Portugal.