Golo na reta final premiou entrega e capacidade de sacrifício

O Futebol Clube de Famalicão empatou, este domingo, a duas bolas frente ao Sporting Clube de Braga. Num encontro em que se viu reduzido a dez unidades pouco depois da meia hora de jogo, o conjunto famalicense foi recompensado já em cima do minuto 90, com a obtenção de um golo que premiou a assinalável entrega e sentido de entreajuda de toda a equipa.

Depois de uma primeira parte marcada pela expulsão de Roderick Miranda, a equipa comandada por João Pedro Sousa entrou da melhor forma no segundo tempo. Num contra-ataque muito bem gizado por Pedro Gonçalves, o espanhol Toni Martínez revelou muita categoria no momento da finalização e abriu o ativo no Estádio Municipal de Braga.

Sempre muito compacto e a mostrar-se capaz de fechar os caminhos para a baliza de Rafael Defendi, o Futebol Clube de Famalicão foi, todavia, surpreendido num curto período de tempo. O brasileiro Galeno fez dois golos em dois minutos e inverteu o marcador a favor dos bracarenses.

Os famalicenses recompuseram-se deste duro revés e foram à procura do empate. Mesmo a jogar em inferioridade numérica, a equipa de João Pedro Sousa nunca baixou os braços e logrou chegar à igualdade. Num lance que obedeceu aos princípios de jogo preconizados pelo treinador, Nehuén Pérez descobriu Gustavo Assunção, que, por sua vez, endossou a bola com mestria para Diogo Gonçalves. O extremo rematou cruzado para defesa de Matheus, mas o faro de golo de Anderson voltou a revelar-se e o brasileiro assinou o sexto golo na I Liga e sentenciou as contas desta partida.

SC Braga 2-2 FC Famalicão
10.ª jornada Liga NOS
Árbitro: Jorge Sousa (AF Porto)

SC Braga – Matheus, Ricardo Esgaio, Bruno Viana, Pablo Santos, Sequeira, João Palhinha, Fransérgio (Wilson Eduardo 54′), André Horta, Ricardo Horta (Trincão), Paulinho (Agbo 87′) e Galeno

FC Famalicão – Rafael Defendi, Patrick William, Nehuén Pérez, Roderick Miranda, Alex Centelles, Gustavo Assunção, Guga (Uros Racic 45′), Pedro Gonçalves, Diogo Gonçalves, Toni Martínez (Anderson 69′) e Rúben Lameiras (Riccieli 40′)

Golos: Toni Martínez (47′); Galeno (77′ e 78′) e Anderson (89′)

Cartões Amarelos: Guga (26′); Pedro Gonçalves (35′); Bruno Viana (51′); Ricardo Esgaio (59′); Diogo Gonçalves (69′); Rafael Defendi (75′); Galeno (79′); Pablo Santos (81′); Agbo (90+5′)

Cartões Vermelhos: Roderick Miranda (34′)