“Pretendo ajudar o clube a conseguir grandes coisas”

Com ‘muchas ganas’. É de forma taxativa que Fernando Valenzuela descreve o espírito que está a sentir nas primeiras semanas enquanto jogador do Futebol Clube de Famalicão. A viver a primeira experiência fora da Argentina, o extremo de 23 anos não disfarça a alegria que lhe invade a alma por ter este dado passo na carreira.
“Estou muito contente. Jogar na Europa era um sonho que parecia impossível há dois anos atrás, mas o Futebol Clube de Famalicão deu-me, felizmente, a oportunidade de o poder concretizar”, admitiu. Assim que surgiu a possibilidade de fazer as malas para viajar para Famalicão, Fernando Valenzuela pegou no telefone para se inteirar da realidade que iria encontrar. Do outro lado só escutou coisas muito positivas sobre o clube:
“Falei com o Nehuén Pérez antes de assinar. Deu-me boas referências sobre a cidade e a equipa, explicando-me que é um clube que está em crescimento e que tem uma visibilidade muito grande. Foi, por isso, um grande impulso para me ajudar a tomar a decisão de vir para cá”.
Da teoria à prática foi um instante. Quase a cumprir um mês em Famalicão, o argentino não consegue esconder o sorriso por ter comprovado que as palavras do compatriota não foram em vão.
“A adaptação está a correr bem muito bem. Os meus colegas acolheram-me da melhor forma e isso é algo muito importante para conquistar confiança nesta fase”, referiu, tendo presente as metas que quer atingir na temporada de estreia no futebol europeu.
“O objetivo é ajudar a equipa a começar bem a Liga Portuguesa. Queremos fazer um bom campeonato e em termos pessoais pretendo ajudar o clube a conseguir grandes coisas”, afirmou.
Assumindo preferir atuar no corredor direito, Fernando Valenzuela revela o desejo de seguir as pisadas de Nehuén Pérez, isto é, captar a atenção do selecionador argentino como jogador do Futebol Clube de Famalicão. Fã de Carlitos Tévez, o extremo está desejoso por sentir o apoio dos adeptos: “sei que acompanham o clube em todas as partidas e isso é bom para transmitir confiança. Espero que acreditem em nós e nos apoiem sempre”.