Arco do triunfo

Foi sob um intenso calor que o Futebol Clube de Famalicão disputou a partida da 30.ª jornada da Liga NOS, diante do Clube Desportivo Tondela, que teve lugar no Estádio João Cardoso. Um golo de belo efeito de Fábio Martins – com carga histórica – decidiu as contas do resultado e permitiu aos famalicenses recolocar-se no 5.º lugar.

Frente a frente estavam dois conjuntos que estão envolvidos em desafios diferentes. Se a equipa orientada por João Pedro Sousa pretende manter-se nos lugares superiores da classificação, já o Clube Desportivo Tondela luta por fugir a um lugar incómodo. Como tal, foi com naturalidade que os forasteiros tentaram assumir as despesas do jogo perante um conjunto tondelense com muitas unidades atrás da linha da bola e a revelar alguma tendência para aproveitar o contra-ataque.

Depois de uma primeira parte em que não se registaram grandes oportunidades de golo, para o início da etapa complementar ficou guardado o momento do jogo. Num movimento já característico ao longo da sua carreira, o extremo fletiu para dentro e rematou forte e colocado para o fundo da baliza de Niasse. Um golo que merecia ter sido visto ao vivo pelos adeptos tal a espetacularidade de um remate certeiro que entra para a história do Futebol Clube de Famalicão dado ter sido o golo 250 no principal campeonato do futebol português.

Face ao resultado, o Clube Desportivo Tondela tentou reagir e foi concedendo algum espaço que até então escasseava no setor defensivo e que poderia ser aproveitado pelos famalicenses. No entanto, a amostragem do segundo cartão amarelo a Toni Martínez poderia supor um refrear desse ímpeto. Todavia, tal como em outras ocasiões nesta temporada, a equipa de João Pedro Sousa não tremeu a jogar com menos um elemento e manteve-se sempre muita tranquila na defesa da magra vantagem.

Aqui e ali foi espreitando o contra-ataque, mas sem conseguir fazer mossa. O bem mais precioso foi, contudo, bem guardado e o Futebol Clube de Famalicão retomou o caminho das vitórias.

CD Tondela 0-1 FC Famalicão
Estádio João Cardoso
Árbitro: Artur Soares Dias (AF Porto)

CD Tondela – Niasse, Moufi, Philipe Sampaio, Yohan Tavares, Filipe Ferreira (Xavier 64′), Pepelu, João Pedro (João Reis 87′), Pité, Richard (Tomislav 78′), Jonathan Toro (Pedro Augusto 78′) e Ronan

FC Famalicão – Vaná, Ivo Pinto (Patrick William 64′), Nehuén Pérez, Riccieli, Coly (Centelles 64′), Gustavo Assunção, Uros Racic (Guga 74′), Pedro Gonçalves (Anderson 74′), Diogo Gonçalves, Toni Martínez e Fábio Martins (Walterson 81′)

Golo: Fábio Martins (55′)

Cartões Amarelos: Toni Martínez (24′ e 71′); Richard (30′); Ronan (35′); Coly (42′); Fábio Martins (45′); João Pedro (72′) e Walterson (86′)

Cartões Vermelhos: Toni Martínez (71′)