Capitão Diogo resolve ao cair do pano

A longa deslocação até Setúbal culminou com uma sofrida mas saborosa vitória (1-2). Dois golos do capitão Diogo Gonçalves deram os três pontos ao conjunto famalicense e permitiu o regresso ao 5.º lugar da Liga NOS.

Numa partida novamente jogada sob temperaturas elevadas, o Futebol Clube de Famalicão quis assumir uma postura controladora na partida. A atuar perante um adversário a jogar com as linhas bastante recuadas e apostado em explorar o contra-ataque, os famalicenses adiantaram-se no marcador à passagem do primeiro quarto de hora. Numa excelente jogada coletiva, Toni Martínez serviu, com subtileza, Diogo Gonçalves e o extremo picou para o primeiro golo da noite.

A vantagem durou, todavia, pouco tempo. O Vitória Futebol Clube aproveitou um pontapé de canto para restabelecer a igualdade, por intermédio do central Jubal.

O conjunto orientado por João Pedro Sousa demorou a restabelecer-se, embora tenha tido sempre mais posse de bola e controlado todas as intenções sadinas.

A tendência de jogo manteve-se na etapa complementar. Se os famalicenses assumiam as despesas da partida, os locais tentavam esticar o jogo. Apostado em regressar ao quinto posto, o Futebol Clube de Famalicão tentou encontrar o atalho para chegar à baliza de Makaridze.

A persistência viria a dar frutos já em cima do apito final. Anderson cruzou para Diogo Gonçalves voltar a faturar e deu três preciosos pontos.

Vitória FC 1-2 FC Famalicão
Estádio do Bonfim
Árbitro: Hélder Malheiro

Vitória FC – Makaridze, João Meira, Jubal, Bruno Pirri, André Sousa, Semedo (Leandrinho 90+1′), Carlinhos (Mathiola 90+1′), Éber Bessa, Zequinha, Guedes (Hildeberto 21′) e Mansilla (Alex 66′)

FC Famalicão – Vaná, Ivo Pinto, Nehuén Pérez (Riccieli 81′), Roderick, Coly (Centelles 70′), Gustavo Assnção, Racic, Pedro Gonçalves (Guga 85′), Diogo Gonçalves, Toni Martínez (Anderson 81′) e Fábio Martins (Walterson 81′)

Golos: Diogo Gonçalves (15′ e 89′) e Jubal (24′)